Monday, September 04, 2006

The first one

Meto os dedos entre as pernas. Está quente, muito quente. E a dureza. As paredes estão muito duras. Cheguei a um ponto onde preciso de colocar para fora o desejo que sinto dentro do meu ventre. Sinto desejo de possuir, de ser possuída. Será o quê? Sempre senti desejo, mas não desta forma. Uma forma em que procuro incansavelmente forma de me saciar, quer seja através da masturbação, ou através da tua masturbação. Sinto necessidade de ser mais arrojada, de me mostrar e evidenciar a minha personalidade sexual. Tenho necessidade de te dizer o que quero e o que te quero fazer. Sinto falta de ti. Tenho necessidade de o sentir na minha boca, a entrar e a sair, a entrar e a sair, até sentir a sua seiva bitter sweet, como um jacto, uma explosão de prazer. Tenho necessidade de escrever. Não a tinha, mas começo a encontrar nesta forma de escrita uma forma de desejo, de mistério, de prazer.
n

1 comment:

Mente Masculina said...

Coloca cá para fora esse teu desejo meu amor.
Não sintas a minha falta pois eu estou cá. Agora, mais do que nunca, vou procurar saciar-te de prazer em todos os teus mais arrojados desejos.

Beijos quentes nesse teu corpo ardente.